Uncategorized

Até agora, os criadores de conteúdo que usaram a plataforma Instagram para lançar suas carreiras em tempo integral contavam com fontes indiretas de receita, como campanhas de marca e vendas de mercadorias, para apoiar seus meios de subsistência.

Agora, a plataforma social de propriedade do Facebook está lançando novas maneiras de ganhar dinheiro diretamente do Instagram Live e IGTV.

Primeiro, a partir do mês que vem, o Instagram aumentará a capacidade de os usuários comprarem “selos” durante os vídeos do Instagram Live para mostrar suporte aos seus criadores favoritos, semelhante ao emoji animado do Twitch Cheer. Esses crachás terão preços em três níveis diferentes – 99 centavos, US$ 1,99 e US$ 4,99 – e, no período de teste inicial, o Instagram compartilhará toda essa receita com os criadores.

Segundo, o Instagram na próxima semana começará a exibir anúncios no IGTV, o destino de vídeo de formato longo da plataforma, com pelo menos 55% da receita de publicidade compartilhada com os criadores. As marcas iniciais que exibirão anúncios da IGTV incluem Sephora, Puma e Ikea.

Source: AdWeek

Inicialmente, os recursos de monetização do Instagram serão limitados a um pequeno conjunto de parceiros criadores escolhidos a dedo.

Os selos do Instagram Live serão lançados nos EUA em Junho com um “pequeno grupo de criadores e empresas”, de acordo com a empresa. Nos próximos meses, será expandindo nos EUA, Brasil, Reino Unido, Alemanha, França, Itália, Turquia, Espanha e México.

Os selos aparecerão ao lado do nome do usuário em um vídeo do Instagram Live, e os fãs com selos no Instagram Live se destacarão nos comentários. Os criadores verão uma lista de todos os compradores, para que eles possam agradecer aos apoiadores durante uma transmissão ao vivo.

Os anúncios IGTV serão exibidos inicialmente quando as pessoas clicarem para assistir a vídeos IGTV de visualizações no feed do Instagram. Os anúncios em vídeo serão criados para celular – cada um com até 15 segundos de duração – e o Instagram planeja testar várias maneiras de exibir os spots, como a capacidade de pular um anúncio.

BBTV

A área 120, um laboratório de produtos experimentais do Google, vem desenvolvendo discretamente uma nova ferramenta de monetização para os criadores de conteúdo no YouTube que parece estar ganhando força.

O produto centrado em eventos é chamado de Fundo, e permite que os criadores de conteúdo convidem seus fãs para encontros virtuais e outros eventos on-line por uma taxa. Por exemplo, o vlogger de entretenimento Jessii Vee (1,4 milhão de assinantes) e o criador de Roblox KreekCraft (753.000 assinantes) usaram o serviço para criar chats de vídeo ao vivo com seus inscritos. KeekCraft vendeu ingressos por US$10 cada um.

Ao mesmo tempo, o vlogger mexicano Key Rique (772.000 assinantes) vende shoutouts personalizados via Fundo por US$4 cada – um modelo que soa muito semelhante ao Cameo. E o Fundo também foi usado pela vlogger Hannah Forcier (510.000 inscritos) para sediar sessões de “photo booth” com seus fãs, permitindo que eles participassem de chats de vídeo e posassem para três fotos com a Forcier. O custo de participação foi de US$40.

O site para o Fundo já estão no ar e inclui uma funcionalidade de vídeo chat, serviço de pagamentos e um sistema de filas para garantir que as reuniões virtuais permaneçam exclusivas. O projeto está em fase beta e convida criadores interessados ​​a entrar em contato com o time. Um porta-voz do Google confirmou o teste. “Um dos muitos projetos em que estamos trabalhando na Área 120 é o Fundo, uma plataforma de engajamento e monetização de público-alvo para criadores do YouTube”, disse o porta-voz. “Como outros projetos na Área 120, esse é um experimento muito recente, por isso não há muitos detalhes para compartilhar no momento.”

A área 120 foi lançada em 2016 como uma divisão do Google para desenvolver novos produtos em uma atmosfera de inicialização, incluindo aplicativos para ajudar crianças a ler e ferramentas de atendimento ao cliente para pequenas empresas. Enquanto se aguarda seu sucesso contínuo, não está claro se o Fundo continuará a existir como um serviço de marca separada ou se integrará diretamente ao YouTube, que oferece afiliações de canal, superchat e um crescente arsenal de ferramentas de monetização.

Mas vale a pena ficar de olho no desenvolvimento dessa nova ferramenta e se tiver interesse, já enviar uma solicitação pelo site do Fundo.

 

Ainda não é parceiro BBTV? Seja parte da maior comunidade de criadores de conteúdo do mundo!

Botao CTA 07 300x107 BBTV Te Leva Para a BGS   Regras do Concurso