Uncategorized

Em setembro, foi compartilhado mudanças que iriam afetar conteúdo infantil no YouTube para cumprir com os requisitos do COPPA.

Agora, para que todos os criadores de conteúdo estejam seguindo a lei, será necessário definir seus vídeos como conteúdo para crianças ou não. Isso é necessário para TODOS os canais, independente se seu conteúdo não é infantil.

Além disso, o YouTube irá utilizar um aprendizado de máquina para encontrar conteúdo claramente feito para crianças. Porém como qualquer outro sistema automatizado, não é perfeito, por isso o YouTube está pedindo para criadores de conteúdo tomarem ação.

Se você não definir sua audiência, ou se o YouTube detectar algum erro ou abuso do novo sistema, o sistema irá definir a audiência por você.

Como Definir Sua Audiência?

Se seu conteúdo todo é direcionado para crianças, você poderá definir a audiência no nível do canal. Nesse nível, todos os seus vídeos anteriores serão definidos da mesma maneira.

Se somente alguns vídeo tiverem outra audiência, você pode alterar a audiência no nível de Vídeo.

Nível do Canal:

  1. Faça login em studio.youtube.com.
  2. No menu à esquerda, clique em Configurações.
  3. Clique em Canal.
  4. Clique na guia Configurações avançadas.
  5. Em Público, selecione:
    1. “Sim, configurar este canal como sendo destinado a crianças. Eu sempre envio conteúdo para crianças.” 
    2. “Não configurar este canal como sendo destinado a crianças. Eu nunca envio conteúdo para crianças.”
    3. “Quero avaliar esta configuração para cada vídeo.” 
  6. Clique em Salvar.

Nível do Vídeo:

  1. Faça login em studio.youtube.com.
  2. No menu à esquerda, selecione Vídeos.
  3. Marque as caixas ao lado dos vídeos que você quer editar. Observação: se quiser selecionar todos os vídeos, marque a caixa ao lado de “Vídeo” na parte superior da lista de envios.
  4. Selecione Editar e Público e “Sim, é para crianças.
  5. Selecione ATUALIZAR VÍDEOS.

Para um tutorial em mais detalhes, assita ao vídeo:

De agora em diante, será necessário definir a audiência todas as vezes que você fazer o upload de um vídeo novo. Se já estiver definido no nível do canal, cada vídeo novo aparecerá com essa definição padrão.

O que é considerado conteúdo para crianças?

Quando estiver pensando sobre o seu conteúdo, leve em consideração os seguintes fatores:

  • O assunto do vídeo
  • Se crianças são a audiência primária
  • Se o conteúdo inclui atores/modelos infantis
  • Se personagens, celebridades, brinquedos que interessam a crianças estão presentes
  • Se a linguagem é feita para que crianças entendam
  • Se inclui atividades que interessam a crianças
  • Se inclui músicas, história ou poemas que interessam a crianças

O que isso siginica para o seu canal?

A partir de janeiro, em conformidade com a legislação, o YouTube começará a limitar os dados coletados em conteúdo para crianças. Isso significa que começaremos a desativar alguns recursos, como comentários, notificações, entre outros.

O YouTube irá limitar a quantidade de dados que são coletados em vídeos definidos como para criançcas para cumprir com a lei. Por conta disso, os vídeos serão tratados de maneira diferente no YouTube. Por exemplo, os recursos abaixo não estarão mais disponíveis:

  • Comentários
  • Clubes dos canais
  • Marca-d’água de branding do canal
  • Botão “Doar”
  • Cards de informação ou Tela final
  • Chat ao vivo ou Doações no chat ao vivo
  • Reprodução no miniplayer
  • Super Chat ou Super Stickers
  • Salvar na playlist
  • Estante de produtos do YouTube

Mais importante, esses vídeos não terão anúncios personalizados, o que poderá afetar a renda de alguns criadores de conteúdo.

Canais também não terão acesso a Stories, Comunidade, Sino de Notificações e seus espectadores não poderão salvar o vídeo para assistir mais tarde ou em alguma playlist.

 

Se o YouTube configurar seu vídeo automáticamente, você poderá enviar feedback se não concordar. Porém, se o sistema encontrar erros e determinar que você está abusando do sistema, isso poderá resultar em consequências no seu vídeo ou até mesmo canal.

Assista ao vídeo oficial do YouTube para obter mais informações (disponível com legendas em português):

Mundo Youtube

Através de sua página de suporte, YouTube anunciou que lançará um site separado para o YouTube Kids no final desta semana. Aparentemente, será a versão desktop/web de seu aplicativo existente, portanto, você provavelmente poderá esperar recursos semelhantes aos disponíveis através do aplicativo.

A plataforma de vídeos de propriedade do Google tem sido alvo de intenso escrutínio nos últimos anos devido a vários problemas relacionados a vídeos direcionados a crianças. Tendo que lidar com o aumento de vídeos de exploração infantil que se disfarçavam de conteúdo familiar e até fechar a seção de comentários em vídeos com crianças pequenas, porque eram atormentados por respostas pedofílicas. A plataforma também teve que enfrentar uma investigação da FTC que investigava se havia sido violada a COPPA (Ato de Privacidade Online de Crianças) ao coletar dados para crianças menores de 13 anos.

Além de lançar um site dedicado para crianças, a plataforma também introduziu novas categorias para o YouTube Kids, para que usuários infantis possam explorar vídeos em um ambiente mais seguro. Agora você poderá controlar o que o aplicativo mostra escolhendo entre três faixas etárias diferentes:

Pre-School (Pré-escolar) para crianças de 4 anos ou menos

Younger (Mais Novo) para crianças de 5 a 7 anos

Older (Mais Velho) para crianças de 8 a 12 anos.

A categoria Older mostrará um maior variedade de vídeos, é claro, incluindo vídeos de música e jogos, além de vlogs familiares.

Apesar das novas medidas, o YouTube incluiu um lembrete no anúncio de que seu sistema não analisa manualmente todos os seus vídeos. “Nossos sistemas trabalham arduamente para excluir conteúdo não adequado para cada uma dessas categorias de idade, mas nem todos os vídeos foram revisados ​​manualmente”, escreveu. Vale a pena notar que os algoritmos do YouTube não estão nem um pouco perfeitos, como a Wired encontrou em 2018 quando descobriu o conteúdo bizarro e perturbador que apareceu ao pesquisar termos de pesquisa para crianças.